NOTÍCIAS

31/05/2019

NBB CAIXA - Torcidas, estratégias e emoção: Flamengo e Franca fazem Jogo 4 de uma grande Final

.:: conteudo_39516_1.jpg ::.

Partida será neste sábado, no Maracanãzinho, com transmissão ao vivo da Band, Fox Sports, ESPN e Facebook do NBB CAIXA; Franca pode conquistar título inédito

Torcidas apaixonadas, ginásios lotados, alto nível técnico em quadra, estratégias a mil e muita emoção. Não poderíamos esperar nada diferente da série entre Sesi Franca Basquete e Flamengo, que, como já foi dito, é a maior Final de todos os tempos do NBB CAIXA.

Agora, neste sábado (01/06), a série poderá ser fechada pela primeira vez. Sim, pode sair o campeão do NBB CAIXA 2018/2019 – caso o Franca vença a partida. O duelo será no Ginásio Maracanãzinho, às 14h30, ao vivo pela Band, Fox Sports, ESPN e Facebook do NBB CAIXA.

E fique ligad@: para entrar no clima da decisão, o Facebook do NBB CAIXA está exibindo programetes de Pré e Pós-Jogo de todas as partidas das Finais, com oferecimento da Budweiser. Às 13h30, Guilherme Maia, Fábio Balassiano e Ricardo Bulgarelli entrarão ao vivo do centro da quadra com análises e entrevistas com personagens da partida e convidados exclusivos.

É decisão

A matemática é simples. Com 2 a 1 de vantagem na série, o Franca será campeão inédito do NBB CAIXA caso vença o duelo deste sábado no Maracanãzinho. Para essa decisão, o técnico Helinho Garcia mostrou confiança.

“Estou motivado e confiante para que possamos fazer uma grande partida. Estamos muito alinhados dentro daquilo que é importante fazermos, seja comissão técnica, jogadores ou torcida. O que me dá essa confiança é exatamente a estrutura e os conceito que os jogadores abraçaram de uma forma honesta e forte”, declarou o técnico francano Helinho Garcia.

+Helinho aponta diferenças entre Finais como técnico e jogador

Do outro lado, o Flamengo precisa vencer de qualquer maneira para sobreviver na série e forçar a realização do Jogo 5, que caso necessário acontecerá no próximo sábado (08/06), no Ginásio Pedrocão. Mesmo com a corda no pescoço, o armador Franco Balbi destacou a força mental do grupo.

“Não acho que seja um jogo de vida ou morte. Estamos nos preparando muito bem para esse jogo, da mesma forma do que nas outras partidas. Vamos ajustar algumas coisas, mas sempre com a cabeça boa, pois nosso time mentalmente é muito forte”, disse o argentino do Flamengo.

Maior campeão nacional da história, com 11 títulos, Franca acabará com um jejum de 20 anos sem conquistar campeonatos nacionais – o último foi em 1999, sobre o Vasco da Gama. Já o Flamengo é dono de seis troféus nacionais, sendo cinco deles do NBB CAIXA – maior campeão da história da competição.

“Tenho certeza que esse título pode ser, mais uma vez, a consagração do que o time tem executado ao longo dessa temporada, com as conquistas do Campeonato Paulista e da Liga Sul-Americana e agora, quem sabe, com a conquista do título brasileiro”, completou Helinho Garcia.

Show das torcidas

O grande momento da temporada está sendo coroado com um show das torcidas de Flamengo e Franca. No Jogo 1, mais de 7 mil rubro-negros fizeram uma festa linda no retorno do basquete ao Maracanãzinho, com direito a fogos de artifício, show no intervalo e várias atrações de entretenimento.

Já no Pedrocão, conhecido como “Templo do Basquete Brasileiro”, os dois jogos receberam lotação máxima, ambos com mais de 5.200 pessoas presentes e até mosaico organizado pela torcida. E agora, o que esperar do Maracanãzinho no Jogo 4?

“Vai ser muito importante que a nossa torcida lote o Maracanãzinho de novo, pois precisamos deles nos empurrando. Mas o mais importante é que eles tenham a certeza de que dentro da quadra vamos fazer tudo para vencer esse jogo”, falou o rubro-negro Franco Balbi.

E olha, não são só as torcidas locais que têm marcado presença. Nos dois jogos em Franca, a área destinada a torcedores do Flamengo ficou lotada. Foram mais de 150 rubro-negros nos dois jogos na Capital do Basquete.

Agora, a torcida do Franca está organizando até caravana para comparecer ao jogo que pode dar o título ao clube no Maracanãzinho. É um verdadeiro show de fidelidade por parte das torcidas.

Mudanças de estratégias

Quando se trata de uma série de playoffs, as comissões técnicas ficam a mil por hora. Em Finais, então, nem se fala... São muitas análises, estudos e experimentos para tentar surpreender o adversário.

+Análise: 5 fatores decisivos das Finais entre Franca x Flamengo até aqui

Os três jogos até aqui tiveram desenhos diferentes. O Flamengo dominou o Jogo 1, e Franca dominou o Jogo 2. Enquanto isso, o Jogo 3 teve final dramático e foi marcado pela incrível virada francana depois de perder o primeiro quarto por 17 pontos.

“Cada jogo tem sua história, e claro que dentro das próprias partidas e também depois delas, as equipes avaliam, mas as variações que vão sendo usadas fazem parte dos conceitos que são elaborados ao longo da temporada. Vamos ajustando dentro de cada jogo e no pós-jogo tudo que temos de repertório para ver o que podemos melhorar ou corrigir”, analisou Helinho Garcia.

Os rebotes são outro ponto chave da série. Dominante nesse fundamento, o Flamengo tem mais sobras que o Franca (123 x 115) e bem mais pontos oriundos de rebotes ofensivos (35 x 12). No entanto, no quesito “pontos no garrafão”, os francanos levam a melhor: 102 x 82 no acumulado da série.

+Os números que dizem muito: estatísticas totais dos 3 primeiros jogos das Finais

“Procuramos finalizar os ataques bem posicionados na maioria das vezes. Além disso, a característica e a disposição dos jogadores e opções táticas do adversário em deixar alguns miss-matches são alguns dos motivos que penso que explicam essa pequena vantagem nos rebotes”, disse o técnico rubro-negro Gustavo De Conti.

Haja coração!

Por mais que os dois primeiros jogos tenham terminado com placares dilatados, a emoção não deixou de existir. Pelo contrário. Trata-se de uma decisão de campeonato, a maior Final da história do NBB CAIXA, com show das torcidas, jogadores, quatro plataformas de transmissão e um clímax jamais visto.

O ápice da emoção e nervos à flor da pele foi no Jogo 3. Teve a virada do Franca depois de ver o Flamengo abrir 17 pontos no primeiro quarto (32 a 15) e uma forte pressão do time rubro-negro nos minutos finais e emoção tomando conta do Pedrocão.

“Nossa defesa foi fundamental. A gente sabia que o Flamengo era muito forte nos rebotes e eles também tiveram um ótimo aproveitamento nos arremessos no primeiro quarto. Voltamos para o segundo quarto com uma defesa muito forte e conseguimos acertar nosso ataque, essa foi a diferença do jogo”, analisou o pivô Hettsheimeir, do Franca.

+Saiba como Hettsheimeir foi de desfalque certo a titular (e decisivo) no Jogo 3

A expectativa para o Jogo 4, sem dúvidas,  é enorme. O que esperar dessa partida? Pelo lado do Flamengo, Balbi afirmou que não haverá grandes mudanças no sistema da equipe.

“No final do Jogo 3 nos faltou mais determinação e as bolas também não caíram. Mas não vamos mudar muita coisa. Vamos fazer só alguns ajustes e buscar a vitória no Jogo 4”, disse o argentino.

Já do lado do Franca, que pode conquistar o título inédito do NBB CAIXA, a ordem é manter os pés no chão.

“Temos que manter pé no chão agora. O Flamengo é uma grande equipe e vamos jogar na casa deles. Por isso vamos nos preparar firme para ir lá e conseguir esse título tão desejado para a cidade de Franca”, finalizou Hettsheimeir.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com os patrocínios oficiais da CAIXA, Budweiser, INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e os apoios de UNISAL, Açúcar Guarani, Ministério do Esporte e Governo Federal.

Fonte: LNB

    • Você é nosso visitante número
      7.378.947

    • FOTOS & FOTOS

    • MARCOS DO CARMO

      Chua Marcos