ENTREVISTAS

INEIDIS CASANOVA, DA SELEÇÃO CUBANA E DO UNINASSAU, EM ENTREVISTA EXCLUSIVA

.:: ineidis_casanova_da_selecao_cubana_e_do_uninassau_em_entrevista_exclusiva_40271_1_pt.jpg ::.

GRANDE DESTAQUE DESTA ÚLITIMA TEMPORADA DA LBF, DEFENDENDO O UNINASSAU/CABO DE SANTO AGOSTINHO, DE RECIFE

Dona de um basquete alegre, rápido, inteligente e marca com bastante agressividade. Ela saiu de Cuba, onde nasceu em Santiago de Cuba e está se destacando no basquete brasileiro, onde fez uma grande temporada defendendo o UNINASSAU, de Recife nesta uma última LBF. Já participou do Campeonato Mundial 2014 da FIBA. Foi integrante da seleção de seu país, nos Jogos Pan-Americanos de 2015, obtendo uma grande conquista.

            Atuou em clubes argentinos e conheceu o mundo defendo a seleção de seu país por 15 anos.

 Ela já demonstrou um grande amor pelo nosso Brasil, gosta daqui e gostaria de continuar jogando por nossas equipes.

Esta linda moça, cheia de charme, elegância, distinção e um ser humano extremamente maravilhoso. Sempre querida por onde passa e dona de uma gentiliza infinita. Como nesta temporada, não pude cobrir jogos dela, esta simpática cubana, tirou boa parte de seu tempo livre para conceder-me esta entrevista.

Esta belíssima jogadora é Ineidis Casanova, armadora, 1,70 m de altura, nascida na bela Santiago de Cuba, 13.10.1988. que este ano  participou do Jogo das Estrelas como grande destaque também.

            Vamos conhece-la um pouco mais em sua quarta LBF.

 Como você se sente jogando no Brasil?

Eu me sinto muito bem jogando no Brasil, onde tem uma das melhores ligas do mundo. E muito diferente do basquete jogado em Cuba, porque no meu país é um jogo de muito contato e isso o basquete brasileiro é bem diferente, um jogo muito boito.

 Um sonho realizado

Um sonho realizado para mim foi poder representar meu país, Cuba, em varias competições internacionais por 15 anos. Sinto um grande orgulho disso.

 Um sonho a realizar

Um sonho a realizar é poder participar de uma Olimpíada, a única competição internacional que falta para eu ter no meu currículo desportivo.

 Quais os países que você já jogou?

Joguei no Brasil e na Argentina em suas ligas. Agora com a seleção de Cuba, pude conhecer e jogar em muitos países.

 Qual foi sua conquista que mais a deixou feliz?

A conquista que mais de deixou feliz foi o Bronze Pan-americano, no Canadá. Já que as seleções estavam bastante equilibradas. Foi emocionante e uma conquista fundamental.

 Seus planos para a próxima temporada. Vai continuar jogando no Brasil?

Meus planos para a próxima temporada são: ficar aqui e continuar jogando aqui no Brasil.

Casanova, agradeço imensamente por sua tão amável atenção e continuo torcendo por você com meu site sempre à sua disposição

    • Você é nosso visitante número
      7.502.481

    • FOTOS & FOTOS

    • MARCOS DO CARMO

      Chua Marcos