NOTÍCIAS

10/11/2017

SESI/FRANCA VENCE PAULISTANO, 97 A 73 PELO NBB 10

.:: conteudo_34650_1.jpg ::.

O histórico recente dos duelos entre Sesi Franca Basquete e Paulistano/Corpore era totalmente favorável ao time alvirrubro, que há pouco mais de uma semana foi campeão paulista em pleno Pedrocão. Mas nesta sexta-feira, o desfecho do reencontro entre as duas equipes foi diferente. De maneira arrasadora, a equipe francana bateu seu rival por largos 97 a 73 e conquistou sua primeira vitória no NBB CAIXA 2017/2018.

O NBB CAIXA é uma competição organizada pela Liga Nacional de Basquete (LNB), em parceria com a NBA, e conta com o patrocínio master da CAIXA, os patrocínios da SKY, INFRAERO, Avianca, Nike e Penalty e o apoio do Ministério do Esporte.

#NBBnoTwitter: A partida marcou a primeira transmissão ao vivo via Twitter não só do NBB CAIXA, mas de todo o esporte brasileiro. A inédita iniciativa foi fruto de uma parceria pioneira firmada entre a rede social e a Liga Nacional de Basquete (LNB), que prevê exibições ao vivo todas as sextas-feiras na plataforma. O alcance das transmissões é global e pode inclusive ser acompanhado por quem não tem conta no Twitter, através do link live.twitter.com/nbb.

A união faz a força: Para sair de quadra com o largo triunfo que exorcizou o “fantasma alvirrubro”, o time do técnico Helinho Garcia contou com um excelente resultado positivo para superar os desfalques de Jefferson, Rafael Mineiro e Alexey. Ao todo, sete atletas anotaram mais de dez pontos: Léo Meindl (14), Cassiano (14), Pedro (12), Antonio (12), Cipolini (12), Gruber (11) e João Pedro (11).

Fala aí: “Foi uma partida muito importante para a gente. Sabemos que a equipe deles é muito forte, viemos de uma final de Campeonato Paulista contra eles, em que infelizmente acabamos perdendo. Hoje entramos em quadra com um outro foco. O NBB é um campeonato diferente, fizemos um grande jogo e esperamos conquistar o máximo de vitórias nessa competição”, declarou o jovem armador Cassiano, de 20 anos, que foi ovacionado pela torcida francana no Pedrocão.

20 minutos: O Franca construiu grande parte de seu resultado positivo no primeiro tempo. Depois de vencer o período inicial por 25 a 17, a equipe foi avassaladora no segundo quarto, principalmente nos cinco últimos minutos, e venceu a parcial por expressivos 30 a 16, o que ampliou a diferença para 22 pontos (55 a 33). Depois disso, a vantagem francana chegou a ser de 30 pontos (68 a 38) e permaneceu em torno deste número até o apagar das luzes.

Põe na conta: Com o expressivo resultado, o Franca Basquete se recuperou da derrota sofrida na estreia para o Campo Mourão e conquistou sua primeira vitória no NBB CAIXA (50% de aproveitamento). Por sua vez, o Paulistano, que havia sido derrotado em casa para o atual campeão nacional Sendi/Bauru Basket na partida abertura da competição, sofreu seu segundo revés em duas oportunidades.

Fala aí: “Acabamos perdendo a final do Paulista para eles em uma série muito dura e eles estavam engasgados. Entramos ainda mais focamos depois da derrota para o Campo Mourão, aprendemos a lição e entramos forte para conquistar essa grande vitória aqui no Pedrocão”, comentou o francano Léo Meindl.

Domínio total: O Franca Basquete foi dominante do início ao fim. No primeiro quarto, Gruber saiu do banco e anotou oito pontos que ajudaram o time da casa a vencer a parcial por 25 a 17.  Depois, no segundo período, o garoto Cassiano, de 20 anos, tumultuou a defesa alvirrubra e, com sete pontos, liderou sua equipe à grande vitória por 30 a 16 na parcial, o que ampliou a diferença de oito para 22 pontos (55 a 33). Na volta do intervalo, o Paulistano até esboçou uma reação, mas os francanos voltaram a tomar conta da partida e colocaram a vantagem na casa dos 30 pontos, chegando a ser de 36 no último quarto (92 a 56).

Discrepância: Literalmente não foi dia do Paulistano. O aproveitamento dos pontos em geral foi de apenas 38% (73/192). Nas bolas de 3 pontos, a porcentagem foi satisfatória de certa forma, com 32,4% (12/37), mas nos arremessos para 2 pontos, foi de apenas 34,4% (11/32). Enquanto isso, o Franca teve aproveitamentos para lá de expressivos: 59,9% nos pontos em geral (97/162), com 42,9% nas bolas de 3 pontos (6/14) e 62,2% nos tiros de 2 pontos (28/45).

Fala aí: “Jogamos muito mal, nossas bolas não caíram hoje, ficamos um segundo atrasados na defesa, nos perdemos em algumas faltas que achamos que não foi, isso nos atrapalhou muito. Eles estavam engasgados, com certeza, mas foi uma partida atípica. Cometemos muitos erros e pecamos também nos rebotes”, lamentou o armador Elinho, do Paulistano, autor de sete pontos e duas assistências.

Fonte

Texto: LNB

Fotos: Guto Gonçalves

    • Você é nosso visitante número
      3.677.881

    • FOTOS & FOTOS

    • MARCOS DO CARMO

      Chua Marcos